14 de março de 2013

POETA DAS CORES

Ilustração feita por Maria Tereza Penna baseada em Peihang Huang
Os textos no Blogue são meus. Dou os créditos quando não são. Escrevi e ilustrei

Eu poderia dizer que fiz os versos mais tristes essa noite...
Usaria as cores animadas no Preto e no Branco.
Queria apenas a verdade: Preto no Branco
Mas já disseram e fizeram tudo que poderia ser feito no Preto e Branco.
Já cantaram, dançaram, pintaram e bordaram em Preto e Branco.
Que mais eu poderia oferecer?
Os sentimentos mais profundos já foram expostos em Preto e Branco
A alma já fora desnuda em Preto e Branco.
Então por que eu?
Por que desejei fazer amor à cores?
Por que essa insana e audaciosa pretensão?
Não!... Isso é para aqueles que  têm coragem e estão entrelaçados...
Por uma teia transparente entre os tons e meio tons de cinza.
Não para uma sombra da perfeição bicolor onde todas as cores se encontram...
Simbióticas, osmóticas... ou purificadas em prisma
Apenas cores... únicas e libertas
Apenas o perfume...
Das flores na aura dos sonhos...


Já disseram tudo que havia para dizer

Nenhum comentário:

MINHA FORTALEZA


VOLTA PRA MIM!!!
MESMO QUE ESTEJA EM OUTRA DIMENSÃO!!