19 de janeiro de 2019

Prioridades?

https://exame.abril.com.br/brasil/ministra-quer-abrir-terras-indigenas-a-producao-agricola-comercial/

É só isso que poderiam fazer em terras indígenas? Nas terras que ocupariam irregularmente? Vejam o que fizeram no nordeste com a cana de açúcar nos séculos VII e VIll. A história é bem clara e se vangloriam disto! Veja o que o nordeste se tornou? Todos sabem quem foram esses senhores que abasteceram o mundo com o açúcar.
Porque repetir os erros? Os índios não trabalharam para eles. Não se deixaram escravizar. Trouxeram os negros para o trabalho escravo. Tomaram as terras indígenas e fizeram delas um imenso deserto. Até hoje os brasileiros pagam por isso. Estão desviando o Rio São Francisco por isso. O açúcar só fez mal ao mundo. Precisamos evoluir. Menos açúcar hoje é a premissa. Não aprendemos nada? Porque tomar as terras e obrigar os índios a trabalharem  nelas? Não existe a Economia Criativa? Sei que tudo que fizermos vai impactar, mas existem alternativas melhores. Plantar para sobreviver é uma coisa, para abastecer Ceasas é outra. Agricultura sustentável e para a sobrevivência é uma coisa, exploração da terra para atender grandes mercados é outra. Não existem terras de latifundiários obsoletas, só para posse sem planejamento sustentável? Não existem outras terras da União sem planejamento para produção sustentável? Porque essa urgência?
Estou pensando sobre. Ainda não li. Tenho tantas coisas para pensar. Tantas urgências particulares que não raciocino mais sobre essas premissas. E me pergunto? Por que? Por que? Por que estão acontecendo todas essas coisas. Com tantos problemas mais urgentes?
Com tantas coisas acontecendo, com tantas terras sem produzir nas mãos de poucas pessoas, de uma família? Não podemos obrigar pessoas a mudar seu modo de vida. Obriga-las a  eceitar nossa religião pelo medo dos nossos pecados.
Isso digo, para que eu escute a mim mesma. Para que eu não me torne pior do que já sou. Para que eu continue humana, pois as vezes a lucidez me faz perder a sanidade.
Por que? Por que? E eu ainda nem li o que diziam os apertos de mãos e dedos levantados destes personagens retratados na foto.
Acho que essas fotos, essas manchetes estão chegando até nós para nos inundar do ódio e do preconceito.
Não sei mais o que pretendem, pois nem eu mesma sei como me manter como gente e como ser humano.
Não sei mais... Vou reaprender pensando...
Vou reaprender a amar pois perdi a mim mesma.... Me perdi nas redes das tramas das ganância e da prepotência. Da intolerância e do Ego grande que é a fonte dos ísmos
Preciso me perdoar...

Amém.

Nenhum comentário:

MINHA FORTALEZA


VOLTA PRA MIM!!!
MESMO QUE ESTEJA EM OUTRA DIMENSÃO!!