7 de junho de 2010

AVANTE MULHERES!!!

Como puderam fazer isso conosco?
Criaram um mundo de sonhos cor de rosa.
Fizeram nós mulheres nos sentirmos poderosas.
Nossa feminilidade aflorar...Nossa carências...
Reconheceram nossas TPM’s
Disseram que nós éramos maravilhosas e que podíamos tudo!!
Podíamos chorar, darmos nossos PIT’s que mesmo assim seríamos respeitadas e consideradas iguais.
Nesse mundo de homens que dirigem e fazem o que bem entendem, onde nos encaixamos?
Que espécie de fêmeas somos, que não conseguimos controlar nossos homens que partem para a guerra, para a pirataria, em busca do confronto ?
Nós fêmeas nos tornamos só mães.
Que espécies de filhos criamos?
Como fizemos tal barbárie?
Será que essa ganância toda é para nos presentear? Nós só fizemos pedir e chantagear?
Riquezas, conforto, purpurinas e futilidades...
Fomos traídas?
Não! Vendemos e vendemos barato nossa honra e nossa essência.
Compramos e corrompemos com a nossa comodidade caráter e honra.
Perdemos nossos encantos? Não creio! Ou nunca os tivemos?
Nós somos culpadas!
E temos o dever de questionar e reavaliar nossa conduta para transformar nosso mundo.
Ainda dá tempo! Vamos ressuscitar as MADRES, as MADONAS, as JOANAS, as TEREZAS, as BÁRBARAS, as CLARISSES, e outras tantas que romperam as barreiras e mudaram as regras.
Vamos dizer aos nossos filhos que somos mães, amantes, guerreiras e ensinarmos o Amor Maior, o Amor-Mor!
Porque uma nação que criou “Bonequinha de Luxo” , não iria fazer isso conosco.
Tamanha beleza e sensibilidade não poderiam sair de Monstros!!
Uma nação que criou tanta ternura não é a mesma que que irá nos destruir! Não podemos acreditar e permitir!
Avante Mulheres! Subam em cima do “Salto” e vamos a “Luta”!
Porque, somente nós podemos desfazer esse mal que tomou conta dos corações.
Partamos em busca da PAZ!
A PAZ é a única coisa que restou para ser reivindicada e que fará de nós Fêmeas, MULHERES

Um comentário:

Rosana Corrêa disse...

Tereza, parabéns pelo "Avante mulheres". Um questionamento e tanto, pois precisamos ainda a aprender conciliar a nossa feminilidade e as batalhas do cotidiano. Ampliamos nosso papel da cozinha e cama para o mudo, mas ainda precisamos aprende de fato, a nos equilibrar sobre o salto e dizer: fêmea sim, bonequinha de luxo, nunca!

Beijos!

MINHA FORTALEZA


VOLTA PRA MIM!!!
MESMO QUE ESTEJA EM OUTRA DIMENSÃO!!