19 de fevereiro de 2010

Direito de Postar Nossos Pitacos


A PONTE E O MANIFESTO
  • Publicado por Achel Tinoco em 6 fevereiro 2010 às 14:13 emPolítica
  • Para o ignorante, tudo que não entende volta-se contra ele e, por isso mesmo, faz-se preciso combater; para o PT (Partido dos trabalhadores), tudo que não se converte em aplausos torna-se ofensivo, raivoso e reacionário; do mesmo modo que tudo que não se reflete nas águas do lago também não é espelho para Narciso. Atravessando essa Ponte de Waterloo, e como resposta ao Manifesto de João Ubaldo Ribeiro, a única alusão plausível que se pontua nos jornais é a de que o mesmo já não mora naquela ilha. Ou seja: cunha-se nas mentes adestradas de um povo que, por isso mesmo, o escritor está tolhido de emitir sua opinião. Ora, tal manifesto deveria ser recebido aos pulos e aos pulos se deveria discutir apartidariamente o projeto, a ideia, a obra, o impacto ambiental, o futuro, mesmo que uns sejam contra, outros a favor, e alguns tão somente neutros. Importaria a saudável discussão utópica.
     Além do mais, pergunta-se:
    1-Todo aquele que sai de casa — seja para estudar, trabalhar, conhecer —, deixa de gostar da casa?
    2- Será que perde o direito de pensar, lutar, voltar para casa?
    3- Por acaso o governador da Bahia, Jaques Wagner, que tanta ênfase dá ao fato de o escritor Ubaldo Ribeiro não morar atualmente em Itaparica, deixou de gostar do Rio de Janeiro, sua terra natal?
    4- Ou o cidadão Jaques Wagner, quando visita o Rio, não pode mais achar feio as ruas, os morros, a ponte sobre a baía da Guanabara?
    Portanto, nesses moldes democráticos, como tão bem apregoa o governador, e toda a gente, João Ubaldo, como qualquer um de nós, tem todo o direito de se manifestar, de discordar, criticar as coisas da Bahia, do Brasil e até do mundo inteiro, mesmo ele morando no Leblon, em Tacaembó, ou na Cochinchina.
    Deixemos, pois, de ser bairristas e, principalmente, ignorantes. Tudo o que ele escreveu, dentre muitos outros que também escreveram — contra ou a favor —, nada tem de besteirol, mesmo o freguês gostando, aprovando, concordando ou não.
    Responder até Stella Maris em 6 fevereiro 2010 at 18:46
Achel, perfeito esse manifesto, deixemos mesmo de ser bairristas e vamos apoiar esse manifesto
 Responder esta
elizabethPermalink Responder até elizabeth em 7 fevereiro 2010 at 0:11
Não estou a compreender, que ponte?Qual manifesto? Será que é porque estou meia loira, e não conheço nem uma nem outro? Talvez porque não leia o Estadão, e quando leio, aos domingos, não leio a coluna do Ubaldo, vou direto pras palavras cruzadas. Já estas são muito melhores que as da Folha.
 Responder esta
elizabethPermalink Responder até elizabeth em 7 fevereiro 2010 at 0:31
Lembrei até da minha amiga Silvanete, de tradicional família baiana, aliás. Ligaram para ela para vender assinatura da Folha e ela disse:"Não mesmo, que as palavras cruzadas da Folha são muito ruins, já vêm com a resposta, fico com as do Estadão"
 Responder esta
Achel TinocoPermalink Responder até Achel Tinoco 1 dia atrás
Querida amiga, uma ponte que liga a cidade do Salvador a Ilha de Itaparica. De repente, não mais que de repente, o governo quer construi-la ao curto de dois bilhoes de reaia. E o escritor Joao Ubaldo escreveu um manifesto contra a ponte. O governador da Bahia nao gostou e so faltou chama-lo de analfabeto, etc...
 Responder esta
Achel TinocoPermalink Responder até Achel Tinoco 1 dia atrás
obrigado, minha amiga. Apenas tento defender o direito de se expressar de todos e a saldável discussão. Um abraço,
Responder até Marise 21 horas atrás
Paulo Roberto, depois desta vou te acompanhar...Também morrri...Plft.kakakaka► Responder esta
Permalink Responder até Paulo Roberto Stockler em 6 fevereiro 2010 at 19:48
Paulo Roberto Stocklertá tudo muito bom, tá tudo muito bem, mas eu tenho comigo que esse negócio de "poetas, loucos e vagabundos", se me entende, ficarem escrevendo em jornais, revistas, falando em programas de TV ou rádio, sobre certas particularidades fora de suas especialidades, ser completamente inadequado, posto que esses órgãos, entidades, empresas, etc, já dispõe em seus quadros, especialmente da mídia clássica, gente, paga para falar sobre o que não lhes foi perguntado, e geralmente de maneira tendenciosa, servindo aos interesses de pessoas sem nenhum compromisso com a honestidade. aí vem x, y, z, muitas vezes, na maior inocência, querer dar o seu "pitaco", e aí, feliz, ou infelizmente, corre o risco, sim, de ser replicado, e isso, é saudável, ao invés de motivo para criação de manifesto, esta é a minha opinião. faria um manifesto para que deixem aos especialista desses ógãos, falarem suas "bobagens" e que os "poetas, loucos e vagabundos", falem sobre o que lhes é peculiar!!
vou acabar concordando com vc. Eles são realmente pagos para falar o que se quer ouvir.
Permalink Responder até elizabeth 21 horas atrás
elizabethAffe, ha tantos anos nao leio Ubaldo que nao sabia que a linguagem dele tinha mudado tanto. Nem deu pra continuar Marise, so sorry, fiquei no primeiro paragrafo.
Me lembrei , nao por nada, mas lembrei,do Professor Hariovaldo de Almeida Prado, quatrocentao paulistano.
http://hariprado.wordpress.com/2010/02/08/guerrilheiros-tentam-toma...
Mas Itaparica é linda, a balsa que vai de Salvador pra lá é demais e tenho lembranças encantadoras dessa travessia.
Vixe, Elizabeth, então faz muito tempo que vc nao vem a Bahia, porque a balsa hoje é um velho ferryboat caindo aos pedaços e sem nenhum cuidado. Faz medo atravessar nele, isso quando se consegue, depois de horas de espera. Na verdade, são cinco ferry, mas nenhum em condiçoes aceitaveis de uso. Porém a ilha continua linda, embora abandonada. Um abraço,
Maria Tereza PennaPermalink Responder até Maria Tereza Penna 21 horas atrás
Não discuto aqui... quem está certo ou não.
A relevância do projeto ou não.
Sou a favor do desenvolvimento desde que seja implementado com pesquisas e com responsabilidade e aval de Sociólogos, Geógrafos, Biológos, Engenheiros, Gestores ambientais, Turismólogos e todos os ólogos a que temos direito.
Por que ouvi que: ou se faz no sopetão ou não se faz nada nesse país...
Creio que por isso nós somos os campeões das medidas provisórias.
E compreendo e respeito a opinião apaixonada de João Ubaldo.
Alguém ache e post o que jaques Wagner escreveu... não encontrei...
Maria Tereza PennaPermalink Responder até Maria Tereza Penna 21 horas atrás
Tinoco disse:
" Deixemos, pois, de ser bairristas e, principalmente, ignorantes. Tudo o que ele escreveu, dentre muitos outros que também escreveram — contra ou a favor —, nada tem de besteirol, mesmo o freguês gostando, aprovando, concordando ou não."
 Responder esta
elizabethPermalink Responder até elizabeth 20 horas atrás
Como disse o Paulinho,
PLOFT
FUI
 Responder esta
CaboclaPermalink Responder até Cabocla 18 horas atrás
ploft 3
 Responder esta
CaboclaPermalink Responder até Cabocla 18 horas atrás
ops, 4, não tinha lido a Marise...
 Responder esta
elizabethPermalink Responder até elizabeth 19 horas atrás
Ridendo castigat Mores
Responder até Mario Abramo 1 dia atrás
Não posso responder essa pergunta pq seria acusado de tendencioso.
 Responder esta
Cabocla Permalink Responder até Cabocla 1 dia atrás
nem vem, a Bárbara é a pior quáquá
 Responder esta
elizabeth Permalink Responder até elizabeth 1 dia atrás
Horóscopo acho que o da Folha, porque sou tendenciosa a favor da familia do Mario kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 Responder esta
Maria Tereza Penna Permalink Responder até Maria Tereza Penna 1 dia atrás
Grande Tinoco!!!... Rezemos para que a Lei Seca não venha com bafômetros para aqueles que queiram se embrigar de arte...ou da arte... Porque para implantação de ditaduras de Esquerdas e de Direitas são os primeiros a terem suas cabeças cortadas. http://www.paixaoeromance.com/80decada/80baile_da_vida/h_baile.htm
 Responder esta
Maria Tereza Penna Permalink Responder até Maria Tereza Penna 1 dia atrás
Quem discutiu as idiotices ou defendeu na Folha aqui? Você Tinoco? Vc defenderia coisas como a Veja ou Estadão? Tenho a certeza que não... Poeticamente e certamente que não... Tendenciosos distorcem tudo a seu Bel Prazer...
 Responder esta
Hermê Permalink Responder até Hermê 1 dia atrás
Mas, afinal, a que ponte de Waterloo se referem?
 Responder esta
Cabocla Permalink Responder até Cabocla 1 dia atrás
Seria uma das perguntas das palavras cruzadas, talvez?
 Responder esta
elizabeth Permalink Responder até elizabeth 1 dia atrás
Ou talvez, suspiraria Zezita, as Pontes de Madison, filme lindissimo?
 Responder esta
Mario Abramo Permalink Responder até Mario Abramo 1 dia atrás
Hermê, Se não me engano, a ponte da discórdia, ops, o pomo da discórdia é uma ponte até Itaparica. E isso é um caso extremamente controverso, nem tenho elementos suficientes pra entrar na discussão. Ubaldo pode ter lá suas razões. Itaparica merece uma preservação especial. O problema todo é que o turismo no Brasil é altamente amador, selvagem e predador, com rarissimas e honrosas exceções. Na Bahia, não é nem melhor nem pior do q em outros lugares. Com as construtoras q a gente tem por aqui, uma obra de engenharia dessas é. bom, sei lá, ok, não tá aqui mais quem falou. Por outro lado, o trânsito pra ilha não pode mais ficar estrangulado naqueles ferry-boats, nem dependendo da volta por Nazaré. Qual a melhor solução? Não tenho a mínima idéia. Agora, o Ubaldo, de quem tive a honra, o prazer e o privilégio de ser vizinho lá em Soterópolis, de uns tempos pra cá parece que desarranjou a cachola. Acho q desceu um caboclo Jabor na cacunda.
 Responder esta
Cabocla Permalink Responder até Cabocla 1 dia atrás
Caboclo? Nem vem, nós não temos nada a ver com isso...
 Responder esta
Mario Abramo Permalink Responder até Mario Abramo 1 dia atrás
Bão, se vc diz que seu povo não tem nada a ver, então a hipótese mais plausível fica sendo a moqueca de baiacu das Ameixeiras. Voltando à ilha quente, Itaparica tem três datas da Independência e é inventora da guerrilha erótica. Pois é, a Bahia sempre teve duas, a oficial, no papel, de 7 de setembro, e a verdadeira, 2 de julho. Itaparica a independência é 17 de janeiro. Esquadra lusitana fundeada na ilha, marinheiros na praia, descem mulatas sestrosas de seios desnudos, dançando, os patrícios se animando, chegando junto, levaram a maior surra de cansanção da vida. Daí foi fácil pros soldados tomarem os navios... Internet também é história... ;-)
 Responder esta
Rogério Maestri Permalink Responder até Rogério Maestri 1 dia atrás
Caro Achel Sou aqui do Rio Grande do Sul, não leio os jornais do centro do país, logo não entendi nada do que estás escrevendo, será que terias a fineza de esclarecer melhor para que possa ao
Faltaram vários trechos que não consegui salvar...



Importantes
Principalmente um que dizia que todos nós sem exceções :gays, lésbicas, catadores de papel, professores, educadores, alunos, "putas", padres, pastores, excluídos, loucos, poetas, analfabetos, juízes, desembargadores, todos...todos sem exceção temos o direito de postar 
NOSSOS PITACOS  
QUANDO O ASSUNTO É MEIO AMBIENTE E SOBREVIVÊNCIA OU CRESCIMENTO DESORDENADO













Tavez seja a rebimboca da parafuseta


Manifesto:

Nenhum comentário:

MINHA FORTALEZA


VOLTA PRA MIM!!!
MESMO QUE ESTEJA EM OUTRA DIMENSÃO!!