18 de abril de 2010

Fêmea


Precisei de você
Como se precisa do ar...

Queria você
Do modo que viesse
Da maneira que quiseSse
E tomasse do jeito
Que desejasse...

Senti você em Mim
Deslizando sobre meu corpo
Tão macio e envolvente
Que não resisti...

Me debati
Num oceano imenso
Inteiramente inerme

E me dissolvi...

Me entreguei
De forma tão completa
Tão absoluta
Que me abandonei
Num desespero incontrolável
Num desejo insaciável
De sentir você
Dentro de mim...

Experimentei um anseio inesgotável
De uma paixão intensa
Que só restou
Me consumir
Neste Poema

Maria Tereza Penna

2 comentários:

Anônimo disse...

Ahh q romântico!
Apesar de eu não acreditar no amor
e nisso ai tudo...
Achei lindo =)

Bjxxx lindudahhh

@Vampireska

Eliana Bess d'Alcantara disse...

Eita que lindo, viu?!!
Bjo
@elianabess

MINHA FORTALEZA


VOLTA PRA MIM!!!
MESMO QUE ESTEJA EM OUTRA DIMENSÃO!!