11 de junho de 2010

Pedacinhos de Chocolate


Abra a janela!
Céu Azul...
As nuvens se foram
Lindo Dia
Deixe entrar...

Aspire...
Cheiro de inverno
Penetrante
Fartando pulmões
Deixe entrar...

Veja! Olhe ali...
Paira um sorriso
Receoso da censura
Que priva fiéis
Do paraíso
Espera que se encante com a ternura
E deixe-o largamente se alojar.

E a gente se extasia!...
Esquece corpo cetônico
Sorve goles de Amarula
Degusta pedacinhos de Chocolate
E sente docemente
Estalar a língua no céu da boca.

E se embriaga de Tônico Serotônico

E mesmo que um dia vá fugindo...
De resto a dor
O prantear uma saudade
A gente se conforma,
E sai pedindo
Que sonhos irreais
Virem verdade.

Maria Tereza Penna 

2 comentários:

Rubens Gualdieri disse...

Pedacinhos de chocolate, pedacinhos de alegria. Quem duvida que a vida não seja feita de pedacinhos? Pedacinhos de giló, pedacinhos de açúcar, pedacinhos de gelo - sem gosto algum - e também pedacinhos de chocolate - na consistência certa, no gosto certo. E assim, de pedacinho em pedacinho, vamos levando os dias, esperando que todos tenham gosto de quero mais. Excelente vídeo.

Lisia disse...

Moça que bonitinho o vídeo, a música e o conceito...Ninguém vive com a barra inteira de chocolate o tempo todo...Temos que valorizar, entre os pedaços insossos, mais salgados, mais amargos ou mais doces, os pedacinhos de chocolate da nossa vida. Eles se dissolvem muito rápido na boca, não podemos deixar passar sem degustar cada milímetro dele...

MINHA FORTALEZA


VOLTA PRA MIM!!!
MESMO QUE ESTEJA EM OUTRA DIMENSÃO!!