16 de março de 2011

How are you?



Como vai você?
Eu preciso saber da sua vida!
Pois é, estou falando de amigo.
Você pode ter um pai, mas ele é um amigo?
Você pode ter mãe, irmãos, filhos, parentes, mas eles são amigos?
Você pode ter um amante, um marido, mas ele é um amigo?
Estou perguntando tudo errado.  Aliás, eu sempre pergunto as coisas erradas, no momento certo. Não as coisas certas, no momento errado, como pregam os grandes filósofos e pensadores.
Eu aprendi que, para se ter um amigo, tem que ser espontânea. Não obrigatoriamente espontânea, por que aí, eu não seria natural nem sincera.
Por que, ás vezes a gente pede algo para um amigo, querendo que ele entenda que você quer justamente o contrário do que você pediu.
Nós temos vergonha de pedir, temos vergonha de sermos fracos, temos vergonha de expor nossas carências. Queremos que adivinhem nossos pensamentos,  pois  a humildade é uma fraqueza para nós. Queremos receber uma coisa, pedindo outra.  Por que não temos  a coragem  de  desejar,  não temos  a audácia de dizer o que precisamos.  Creio que Deus tem um trabalho enorme para decifrar os hieróglifos de nossas almas, o código de nossos desejos e a estrutura complexa de nossas mentes.
Nós temos medo de ter coragem e não temos coragem de ter medo.
E queremos que os amigos nos entendam incondicionalmente, e quando não temos esse amigo, fabricamos um Deus que não temos a decência de ficarmos nus, perante ELE.
Eu aprendi muita coisa nos últimos dias:
Agora eu sei a resposta. Simples e clara; transparente e cristalina.
Um amigo é um amigo!
Não existe explicação, não existem porquês, não precisa  comprar, não precisa pagar, por que o amigo entende e sabe o que você pensa. Amigo não têm preço!
Não existe dúvida, pois o amigo sabe quem você é.
Não precisa pedir perdão, por que não se trai um amigo.
Não se mente para um amigo, pois o amigo sabe quando você mente, e sabe por que você mente. E se, alguém sabe que você está mentindo, então você não é um mentiroso. Um mentiroso sabe enganar. Um mentiroso faz você acreditar na mentira. E amigo não acredita em mentiras. Amigo só quer saber das tuas verdades.
Isso não é a regra, é exceção. Um amigo é único.
Se você teve um único amigo um dia na sua vida, você viveu no lugar certo e na hora certa.
Você foi feliz por um momento e momentos podem ter a certeza, são eternos e infinitos.
Eles se propagam e transcendem, transformando energias e revolvendo os mistérios.
A única coisa ruim, ou talvez não tão ruim, mas que faz você se sentir dependente, ou melhor, não tão livre como gostaria de ser é:
Você precisa saber do seu amigo.
Você quer saber se ele está feliz! Você quer saber o que aconteceu no seu dia. Você quer contar o seu momento feliz. Você precisa de uma amigo para contar sua felicidade, ou talvez contar algo, que só ele consegue entender.
Decida agora!
Você quer ser  totalmente livre e viver para você mesmo, ou quer ter a certeza que você viveu um momento nessa eternidade, redundante e repetidamente infinita?
Decida rápido, pois seu amigo está lhe esperando em algum lugar, em alguma dimensão nesse universo que se expande incansavelmente.
E cada vez mais ele pode ficar mais longe e inatingível.
Ou simplesmente ele viver ao seu lado uma vida e você não teve a coragem e a humildade de aceita-lo.
Por que um amigo precisa acreditar que você é real de tão bom que é saber da sua existência.
Por que decidir ser amigo é algo muito sério, pois quando você decide ter um amigo, você o carrega onde você for.  Ele fará parte de você, e as recíprocas serão sempre verdadeiras.
Vocês serão partes de uma relação simbiótica, osmótica e biunívoca.
Mesmo nunca estando juntos, serão capazes de pensar e se expressarem através das sensações e dos sentimentos.
Pense...
Pense e decida...
Você quer ser eterno num coração ou mortal na liberdade?
Maria Tereza Penna
 
How are you?
I need to know about your life!
Yeah, I mean about friend.
You can have a father, but he is a friend?
You can be mother, brothers, sons, relatives, but they are your friends?
You can have a lover, a husband, but he is your friend?
I'm asking all wrong. Incidentally, I always ask the wrong things at the right time. Not the right things at the wrong time, as they preach the great philosophers and thinkers.
I learned that to have a friend, you must be spontaneous. Not necessarily spontaneous, because then I would not be natural not sincere.
Why, sometimes we ask for something for a friend, wanting him to understand what you want just the opposite of what you asked.
We are ashamed to ask, we are ashamed of being weak, we are ashamed to expose our shortcomings. We want he to guess our thoughts, for humility is a weakness for us. We want to hear one thing and asking for another. Why we do not have the maelstrom of desire, we do not have the audacity to say what we need. I believe God has a big job to decipher the hieroglyphics of our souls, the code of our desires and complex structure of our minds.
We are afraid to have courage and do not have the courage to be afraid.
And we want our friends understand us unconditionally, and when we no have this friend, we make a God, and we haven't not the decency to stay naked before HIM.
I learned a lot in recent days:
Now I know the answer. Simple and clear, transparent and clear.
A friend is a friend!
There is no explanation, no whys, no need to buy, no need to pay for the friend, because he understands and knows what you think, friend is priceless.
There is no doubt, because the friend knows who you are.
No need to apologize, why you did not betray a friend.
Do not mind for a friend because the friend knows when you lie and you know why you lie. And if someone knows you're lying, then you're not a liar. A liar knows deceive. A liar do, you believe the lie. And friends do not believe in lies. Friend only wants to know of your truths.
This is not, is no exception. A friend is single.
If you have a single friend by one day in your life, you lived in the right place and at the right time.
You were happy for a moment, and moments, you're can be sure they are eternal and infinite.
They propagate and transcending, transforming energy and revolving the mysteries.
The only bad thing, or maybe not so bad, but it makes you feel dependent, or rather, not as free as I would like to be is:
You need to know your friend.
You wonder if he's happy! You wonder what happened in your day. You want to tell your happy moment. You need a friend to tell her happiness, or maybe tell you something that only he can understand.
Decide now!
You want to be totally free and live for yourself, or want to make sure that you have lived an eternity in that moment, endlessly repeated and redundant?
Decide fast, because your friend is waiting for you somewhere, in some dimension in this universe that expands relentlessly.
And increasingly it can get further and unattainable.
Or he simply live a life by your side and you have not had the courage and the humility to accept it.
Why have a friend, that you believe is real, is so good to know of its existence!
Why decide to be friends is something very serious, because when you decide to have a friend, you carry it wherever you go. He will join you, and preferences will be always true.
You will share a symbiotic relationship, osmotic and works both ways.
Having never being together, will be able to think and express themselves with the sensations and feelings.
Think ...
Think and decide ...
You want to be eternal in the heart, or be deadly in freedom?
Maria Tereza Penna

Um comentário:

Patricia Mendonça disse...

Que maravilha! Me lembrou um meu q nãosei se leu o Pequenos palpites sobre amizade, embora o enfoque seja um poucodiferente.Amei!

MINHA FORTALEZA


VOLTA PRA MIM!!!
MESMO QUE ESTEJA EM OUTRA DIMENSÃO!!