29 de setembro de 2012

Maldição do Artista ou Maldição do Ateu

Maldição do Artista ou Maldição do Ateu?

Eu li no Twitter algo que entendi assim: Nada mais é poesia. O Mundo é dos Mecenas. Ou Não há poesia onde reside o Mecenas.
Eu imediatamente mencionei: Me arranje um Mecenas! .... brincadeirinha...
Meio prostrada ainda, eu resolvi sair da toca ontem e tomar uma cerveja com um amigo.
Falei sobre meus novos produtos, minhas pretensões e medos.
Um monte de bobagens sem pés nem cabeça.... Mas muito verdadeiras.
Disse que não tinha mais medo, que eu tinha clientes certos e contei muitos casos tirados do fundo do baú.
Tudo é verdade e tudo é especulação...
Agora acordo novamente chorando às 3 e 37 da manhã.
Está difícil sobreviver neste mundo...
Por isso meus pais não me deixaram ficar com o piano... Eles estavam certos e queriam me proteger.
Entendo alguma coisa agora...
Mesmo que seja lixo, minha mente teima ver arte.
Torno-me uma paria nesta situação...
O mundo diz para o artista que ele é o bobo na Corte...
Sou um Midas às avessas
Tenho a maldição
Saber que se tocar em algo minha mente me trai...
Na minha mente, tudo que eu toco vira arte... E eu não me aceito como artista.
Eu tenho dúvidas... Muitas dúvidas...
Eu não creio!...
Duvido que você exista, pois não pode ser tocado pelas minhas mãos...
Minha mente faz escárnio de mim...
Minha Mente é uma debochada...

Nenhum comentário:

MINHA FORTALEZA


VOLTA PRA MIM!!!
MESMO QUE ESTEJA EM OUTRA DIMENSÃO!!