9 de dezembro de 2012

FERRO NAS BANANAS



Áreas aonde nunca foram constatados focos da Sigatoka Negra estão há 5 anos proibidas de comercializar seus produtos. Áreas onde foram constatados focos, estão conseguindo alvará e licença com a desculpa de que estão seguindo as normas de higienização e não são fiscalizadas devidamente. São paulo, Santa Catarina, Norte de Minas, onde realmente se instalou a Sogatoka Negra comercializam livremente no Mercado Mineiro, podendo inclusive trazer seus vírus em caixas de madeira.
O CAESAMINAS reconhece a qualidade do "PRODUTO PROIBIDO", mas aceita o da ZONA CONTAMINADA
O IMA não conscientiza o comprador final, da qualidade inquestionável da caixa plástica e quer que o o produtor Rural faça essa parte que certamente é a sua, pois as verbas destinadas para a agricultura são para essas e outras tantas ações.
O Ministério Público precisa fazer já a CPI da Sigatoka Negra.
O Amazonas devido ao clima quente e úmido é campo propício para a infestação da doença, mas a ZONA PROIBIDA, por ser montanhosa e fria deve possuir imunidade natural creio eu, pois até agora não foi encontrado foco.
PS: Se não fossem os candidatos, a maior parte dos jornalistas brasileiros estariam fazendo o quê? Será que ninguém se habilita? A agricultura agoniza e talvez seja tarde para uma extrema UNÇÃO.


Nenhum comentário:

MINHA FORTALEZA


VOLTA PRA MIM!!!
MESMO QUE ESTEJA EM OUTRA DIMENSÃO!!