2 de agosto de 2014

Um Momento no Tempo

Já desejei matar o Tempo.
E percebi que Ele não morre nunca!
Então Desisti de matar o tempo.
Pensei em fugir ou me esconder ou que podia me perder...
Então descobri :
Não se perde o tempo. Transforma-se o tempo...
Nem que quisesse perdê-lo, não poderia.
Decidi então, viver o tempo.
E veio a constatação:
O tempo está sempre a minha frente.
Então a mente me apresenta o momento e diz:
Eu permito que você viva, mas somente por esse caminho.
Não adianta insistir!
Somente no Momento vai conseguir
E de Presente me mostrou um momento no tempo.
O Momento não pode ser vivido duas vezes, só sentido.
Sente-se o momento...
E você sente que o Sentido é o caminho
No Partícipe do Passado se encontra o momento.
E percebo que:
O momento está, enquanto o tempo corre.
Congelado na fração do olhar e do sentir.
Estará lá para sempre fiel aos fatos.
Porém meu pensamento é mutante.
O pensamento vai sempre estar entre meu sentir e o tempo.
Só poderia transformá-lo ou revivê-lo.
Faça sol ou chuva, o momento estará lá para todo o sempre
Para que você consiga alterá-lo da maneira que se permitir e achar necessário ou matar a saudade de tempos idos e vividos.
Vívidos e vívidos na mente que retorna para alcançá-lo.
Apenas para vir e entendê-lo-lo de forma diferente ou para transformá-lo
Toda vez que voltar para revivê-los.

Nenhum comentário:

MINHA FORTALEZA


VOLTA PRA MIM!!!
MESMO QUE ESTEJA EM OUTRA DIMENSÃO!!