25 de dezembro de 2019

Pensando Sobre

Quando estou lendo um livro, o mundo pode desabar ao meu lado que eu não percebo.
Quando estou criando algo, fazendo, me esqueço de tarefas cotidianas.
A gente enaltece leitores em ônibus.
A Concentração que algumas artes nos pede e nos oferece outros mundos e inúmeras possibilidades é elogiada e reverenciada.
Porém vejo críticas aos celulares.
O Conteúdo é que deve ser interessante e consciente, não os suportes.
Quando surgiu a primeira caneta, ela foi criticada? Alguns tem o direito de usar canetas ou penas. Será?
Escritas com pedras, lascadas ou lapidadas, num teclado, podem acontecer.
Runas ou holografias...
Livros de papel ou celulares?
O que impede o contato?
Vamos fazendo e acreditando...

Nenhum comentário: